Notícias

18 de abril de 2019

SINDAESP Informa – edição nº 081 – abril de 2019


Edição nº 081 – São Paulo, 16 de abril de 2019.

SINDAESP est? de casa nova
Empresas associadas ao SINDAESP, que estão em dia com a sua contribuição, podem ter acesso aos Convênios e Parcerias firmados, pela Entidade, com Empresas e Associações.

Confira abaixo, alguns dos benefícios:


Convênio com FecomercioSP

Fecomercio

Certificado de Exclusividade, Análises Setoriais, Câmara de Arbitragem, Certificado de Origem, Certificação Digital, Marcas e Patentes etc.

Plataforma Beefind

BEEFIND

Juntos, SINDAESP e BEEFIND, plataforma de serviços que conecta empresas e especialistas em consultoria empresarial e de educação corporativa, ajudam ativar negócios entre as partes. Empresa associada ao SINDAESP poderá se beneficiar do desconto de 10% para cadastro na Plataforma e três primeiros acessos gratuitos.

CIEE – contratação de estagiários/aprendizes

Ciee

As empresas associadas ao SINDAESP podem contratar estagiários/aprendizes por meio do CIEE, que as auxiliará no recrutamento e na administração dos programas, oferecendo assistência técnica, jurídica, atendimento personalizado e desconto na contribuição institucional de 10%.

Travelmate – Paulista

Travelmate

A parceria com a Travelmate – Paulista proporciona aos empresários associados do SINDAESP desconto de R$500,00 (quinhentos reais) em Programas de Intercâmbio Individual e em Grupo, com duração mínima de três semanas – Avenida Paulista, 1.471 – cj. 1410. São Paulo/SP, (11) 3476-6121.


Glossário de governança corporativa
Fonte: Deloitte

Cada vez mais o tema governança corporativa ganha espaço. A busca por melhores práticas tornou-se fundamental diante do recente contexto político-econômico no Brasil, com consumidores e investidores mais exigentes e a necessidade de as organizações não somente sobreviverem, mas avançarem em um mercado extremamente desafiador.

Confira abaixo glossário com os principais termos sobre Governança.

“Código das Melhores Práticas de Governança”, do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC):

  • Transparência: desejo de disponibilizar informações relevantes para seus públicos de interesse, e não apenas aquelas impostas por leis ou regulamentos. Não deve se restringir ao desempenho econômico-financeiro, mas contemplar também outros fatores (inclusive os intangíveis) que norteiam a ação gerencial e contribuem para preservar e valorizar a empresa.
  • Equidade: caracteriza-se pelo tratamento justo e igualitário de todos os sócios e demais partes interessadas, levando em consideração seus direitos, deveres, necessidades, interesses e expectativas.
  • Prestação de Contas (Accountability): os agentes de governança devem prestar contas de sua atuação de modo claro, conciso, compreensível e tempestivo, assumindo integralmente as consequências de seus atos e omissões, e atuando com diligência e responsabilidade no âmbito dos seus papeis.
  • Responsabilidade Corporativa: os agentes de governança devem zelar pela viabilidade econômico-financeira das empresas, ao reduzir as externalidades negativas de suas operações e aumentar as positivas. É preciso levar em consideração, no seu modelo de negócio, aspectos ligados aos diversos capitais (financeiro, manufaturado, intelectual, humano, social, ambiental, de reputação etc.) no curto, médio e longo prazos.

Economima
Fonte: Agência Brasil

Instituições financeiras reduziram mais uma vez a projeção para o crescimento da economia do Brasil para este ano e 2020. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – caiu de 1,97% para 1,95% este ano, na sétima redução consecutiva. Para 2020, a projeção para o crescimento do PIB recuou de 2,70% para 2,58% na quarta redução consecutiva. As estimativas de crescimento do PIB para 2021 e 2022 permanecem em 2,50%. Os números constam do boletim Focus.

Inflação
A estimativa de inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi ajustada de 3,90% para 4,06% este ano. Para 2020, a previsão para o IPCA segue em 4%. Para 2021 e 2022, também não houve alteração: 3,75%.

A meta de inflação deste ano, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. A estimativa para 2020 está no centro da meta: 4%. Essa meta tem intervalo de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Para 2021, o centro da meta é 3,75%, também com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual. O CMN ainda não definiu a meta de inflação para 2022.

Taxa Selic
Para o mercado financeiro, a Selic deve permanecer no seu mínimo histórico de 6,5% ao ano, até o fim de 2019. Para o fim de 2020, a projeção segue em 7,50% ao ano. Para o fim de 2020 e 2021, a expectativa permanece em 8% ao ano.

Dólar
A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar permanece em R$ 3,70 no fim de 2019 e subiu de R$ 3,75 para R$ 3,78 no fim de 2020.


SINDAESP e ADM em novo endere?o

Anote:

Av. Paulista, nº 1159 – Conj. 1316, 13º andar – São Paulo – SP
Fones: 55 11 4119-0174 – 55 11 4119-1622 – 55 11 3263-1140
E-mail: sindaesp@sindaesp.com.br
E-mail: admbrasileira@admbrasileira.com.br